segunda-feira, 4, março, 2024
30 C
Cuiabá

Com R$ 6 milhões em investimentos, Festival de Inverno fatura R$ 70 milhões para Chapada

Mais lidos

Por: Katiana Pereira/Alô Chapada

O 36º Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães já deu um retorno financeiro de cerca de R$ 70 milhões. Dinheiro que têm girado dentro do município, nestes últimos 15 dias. A informação é do prefeito Osmar Froner (MDB) em entrevista na última quarta-feira (4), na TV Ecovale.

“O Festival de Inverno é um verdadeiro sucesso. Por onde passamos temos recebido elogios sobre Chapada. Organização, limpeza, atrações. É importante falar isso. Muita gente critica as festas, o festival, mas o município precisa. Com um investimento de R$ 6 milhões do Governo do Estado, por meio de emendas, e uma contrapartida do município. Chapada já teve um retorno muito maior. Nestes primeiros 15 dias tivemos um retorno de cerca de R$ 70 milhões”, explicou o chefe do executivo.

A afirmação do prefeito pode ser constatada andando pelas ruas de Chapada dos Guimarães, que desde o dia 21 de julho, início do Festival de Inverno, estão sempre movimentadas, principalmente o comércio local. Bares, restaurantes, supermercados, farmácias, conveniências, postos de gasolina e principalmente as hospedarias, estão vivendo um período próspero no faturamento.

As pousadas estão praticamente todas já com lotação esgotada até o próximo fim de semana. Um quarto simples, para duas pessoas, com café da manhã, tem o valor médio de R$ 750 a diária e a procura por hospedagem segue intensa.

CANTOS E ENCANTOS

O 36º Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães ampliou a sua programação, incluindo atividades e atrações que vão muito além dos shows nacionais e regionais. O atual formato, de acordo com o publicitário Jr Brasa, idealizador do projeto de marketing, segue o modelo de grande festivais espalhados pelo mundo.

A programação diversificada, com grandes nomes da MPB, rock nacional, pagode, sertanejo e também gospel, o 36º Festival de Inverno superou o público de todas as edições anteriores. Até o momento, a organização aponta que mais de 150 mil pessoas prestigiaram os shows.

“A gente aprimorou. Ano passado foi um projeto totalmente inovador, a gente pesquisou os principais festivais do mundo, viu tudo que poderia se adaptar para Chapada, colocamos no projeto e conseguimos executar 60%, 70% do que planejamos”, explicou Brasa ao Alô Chapada.

Além de mais de 50 atrações nacionais e regionais, a agenda cultural e as oficinas, a programação ainda contempla o Festival de pára-quedismo e de Balonismo.

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br