quarta-feira, 29, maio, 2024
24 C
Cuiabá

VG: Quase 10% dos pré-selecionados ainda não formalizaram seu dossiê

Mais lidos

Por: Redação 2

Quase 10% ou 95 pessoas dos 1.000 previamente sorteados para a entrega de documentos para avaliação, e acolhimento por parte da Caixa Econômica Federal (CEF), para serem possivelmente contemplados com uma das habitações do Residencial Colinas Douradas ainda não procuraram a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Habitação de Várzea Grande.

Essa demora levou a Secretaria Municipal a ampliar para o próximo dia 23 de janeiro, prazo final para recebimento dos documentos de montagem do dossiê daqueles que podem ser aprovados como futuros proprietários de um dos imóveis.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Habitação de Várzea Grande funciona na Avenida da FEB nº 2.138 das 8h às 17h.

Portaria 04/2024, assinada pelo secretário de Várzea Grande, Ricardo Azevedo Araújo, convoca essas 95 pessoas, previamente contempladas, para comparecerem até o dia 23 deste mês e apresentem os documentos necessários para o encaminhamento do dossiê para apreciação da Caixa Econômica Federal (CEF).

“Após as pré-seleções, os 1.000 titulares anunciados devem entregar os documentos pessoais que comprovam cumprirem as regras estabelecidas pelo Ministério das Cidades e então montar o dossiê que é encaminhado a Caixa Econômica Federal, agente financiador das habitações, para então estando aprovados e devidamente com os contratos assinados, poderem assumir suas moradias”, disse o secretário Ricardo Azevedo Araújo.

Ele lembrou que o prazo não será prorrogado e irá se findar em 23 de janeiro, e caso alguns dos 95 faltantes deixem de montar seu dossiê, será automaticamente convocado o suplente que também foi pré-selecionado, para que se apresente com os documentos para montar seu dossiê que então será encaminhado à CEF.

“Este dossiê, caso aprovado pela Caixa Econômica Federal, é que dá o direito do escolhido em ser o detentor do financiamento e proprietário do imóvel do Colinas Douradas, por isto é fundamental que os pré-selecionados compareçam e comprovem sua titularidade com documentos e formem o dossiê para passar pelo crivo técnico do Agente Financeiro, sem o qual não é possível que ele se torne proprietário definitivo do imóvel, o que é um grande passo para qualquer família”, disse Ricardo Azevedo Araújo.

O Secretário de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Habitação lembrou que a pré-seleção ocorre para 1.000 titulares e 1.000 suplentes, justamente para que se o titular não comprovar mediante documentos sua capacidade de assumir o financiamento e o imóvel, o suplente o faça.

“Reafirmo ser fundamental que os escolhidos compareçam à Secretaria, munidos de seus documentos, comprovem sua titularidade e sua capacidade de assumir o financiamento para então se tornar proprietário do imóvel”, disse ele.

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br