quarta-feira, 12, junho, 2024
22 C
Cuiabá

Reitor da UFMT participa do Simpósio Mato-Grossense de Bovinocultura

Mais lidos

Por: Redação 2

O reitor da  Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), professor Evandro Soares da Silva, participou na manhã desta quinta-feira (24), da abertura do VI Simpósio Mato-Grossense de Bovinocultura (SIMBOV). A solenidade aconteceu no Teatro Universitário, e contou com a presença de autoridades do assunto, estudantes e profissionais da área. O evento segue até o próximo sábado (26) com extensa programação.

O reitor da UFMT ressaltou que o evento é mais que uma ação de extensão, possibilitando uma discussão estratégica para o Estado. “Se pensarmos na extensão territorial de nosso estado, e se fôssemos um país seríamos o nono em produção bovina. E a ideia é como desenvolvermos tecnologia, eficiência, produção, e precisamos ter visão de média e longa prazo”, disse.

O professor complementou, “e nisso entra o papel da Universidade, com a pesquisa, que vai desde a alimentação, aleitamento, produção, corte, a utilização do couro, para que possamos utilizá-lo para produção de bolsas, sapatos, entre outros. Tudo isso agrega valor na cadeia produtiva, fazendo surgir mais frigoríficos, mais trabalho, sugerindo  menos custos para as receitas”, destacou, parabenizando  toda a organização, e se colocando disponível para fomentar o setor produtivo via academia.

Coordenador geral do evento, o docente Joanis Tilemahos Zervoudakis, destacou que o evento já se consolidou na pecuária de corte nacional, como um importante Fórum de discussões dos principais avanços da pecuária. “As temáticas deste ano são bastantes diversas, que vão desde o cenário atual até o sistema de produção como um todo, e possibilidade de incorporar novas estratégias ao sistema de produção”.

Integração academia e setor produtivo

Sobre a relevância da produção científica para o setor produtivo, o coordenador do Simbov disse que ainda o desafio é qualificar não apenas os estudantes e profissionais que participam, mas mostrar que o Estado tem potencial para produzir uma carne, que venha de um sistema mais intensivo, e que seja também sustentável.

“Destaco a importância da integração da academia, visto que desde a primeira edição (2011) temos feito essa parceria com o sistema produtivo, via empresas, e muitos dos acadêmicos futuramente acabam sendo os colaboradores dessas instituições”, ressaltou.

O pró-reitor de Planejamento da UFMT, Roberto Perillo Barbosa da Silva, falou sobre o trabalho realizado pela pró-reitoria, no apoio para realização das ações de extensão e pesquisa para o setor. “Temos apoiado ações juntos ao sindicatos, instituições privadas e demais instituições. Estamos atuando em conjunto para avançarmos contribuindo para ensino, pesquisa e extensão, assim como esse grande evento”, disse.

O pró-reitor de Cultura, Extensão e Vivência, maestro Fabrício Carvalho, iniciou parabenizando todas as mulheres presentes. “É de imensa felicidade ver tantas mulheres atuando e avançando nas mais diversas áreas, com muita inteligência e sensibilidade. E quanto às atividades de extensão, é o momento que em saímos da sala de aula, laboratórios e muros da UFMT, e vamos  entender o que  a sociedade precisa, e atuamos para propor soluções e desenvolvimento”, destacou, apontando a grande missão que a Universidade tem, considerando a riqueza e importância social, econômica e ambiental do Estado.

Também estiveram presentes no dispositivo de honra, representando a  Faculdade de Agronomia e Zootecnia (Faaz), a docente Elisangela Clarete Camili, o presidente do Sindicato Rural de Mato Grosso, Celso Nogueira e o gerente de Relações Internacionais da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Nilton Mesquita.

Saiba mais sobre o Simbov na página.

 

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br