domingo, 3, março, 2024
26 C
Cuiabá

Prioridade da vacina contra Covid-19 é para grupos prioritários

Mais lidos

Por: Eliana Bess/Ascom

Não é preciso correria para vacinar contra a Covid. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibiliza doses para o grupo prioritário, que são as pessoas que possuem algum tipo de comorbidade, gestantes e puérperas, idosos, trabalhadores da saúde, entre outros. Mesmo para este grupo, para realizar o reforço é preciso aguardar 6 meses após a última dose. Também tem prioridades relacionada ao público infantil. As doses Bivalente para os grupos prioritários estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). E a Pfizer Baby destinada a crianças de 6 meses a 11 anos pode ser encontrada em 13 UBS, sendo duas delas na zona rural.

Para os demais cidadãos fora do grupo prioritário, a estratégia para combater a contaminação pela Covid 19 é outra. Não é mais recomendada a vacinação rotineiramente. Mas, caso a pessoa preferir se vacinar, o esquema completo é de 2 doses. Assim, quem já tomou duas doses, pode ser considerado paciente com esquema vacinal completo.

Nos casos de esquema vacinal incompleto (apenas primeira dose) é recomendado um intervalo de 4 semanas desde a última dose para tomar a segunda. Ou seja, a prioridade, por enquanto, é a vacinação do grupo prioritário.

Quanto ao público infantil, o calendário Nacional de vacinação contra Covid-19 de crianças prevê as vacinas que são licenciadas para o público infantil e aquiridas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) disponibilizadas desde o primeiro dia do ano, conforme Nota Técnica n.º 118/2023- CGICI/DPNI/SVSA/MS.

Como prioridade da população infantil se enquadra toda criança entre 6 meses e 4 anos, 11 meses e 29 dias não vacinada ou com esquema vacinal incompleto de acordo com a faixa etária, para vacinação de rotina no calendário nacional de vacinação infantil.

O objetivo principal da vacinação é reduzir casos graves e óbitos pela covid-19. Por isso, é fundamental alcançar elevadas e homogêneas coberturas vacinais para todos os grupos com indicação. Segundo o DPNI a meta definida é de 90% para cobertura vacinal do público indicado.

Lembrando que a idade recomendada para a vacinação da primeira dose é aos 6 meses, a segunda dose aos 7 meses e a terceira dose aos 9 meses.

Também integram os grupos prioritários as pessoas com 5 anos ou mais e com condição que aumenta o risco para formas graves da doença. Por isso, essas populações têm indicação de dose anual (ou a cada seis meses, dependendo do grupo).

O recebimento do reforço com a Vacina Covid-19 para os grupos prioritários não está condicionado à existência de esquemas prévios de vacinação contra a covid-19. Pessoas do grupo prioritário está apta a receber a vacina disponível no ano de 2024.

Vale ressaltar que os esquemas primários de vacinação contra a Covid-19 não são mais recomendados rotineiramente para as pessoas com 5 anos ou mais que não fizerem parte do grupo prioritário.

Caso um indivíduo que não tenha sido vacinado com nenhuma dose, ou que tenha recebido apenas uma dose da vacina contra a Covid-19 optar por se vacinar, poderá iniciar e/ou completar o esquema prioritário de vacinação, que consiste em duas doses da Vacina Covid-19 disponível e recomendada para a idade, com intervalo mínimo de 4 semanas entre as doses.

Doses Disponíveis:

As doses, Bivalente para os grupos prioritários estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Pfizer Baby destinada a crianças de 6 meses a 11 anos está disponível nas seguintes unidades de saúde:

– UBS Jardim Liberdade/Osmar Cabral

– UBS Pico do Amor

UBS Altos da Serra I e II

UBS Pedra 90 I e II

UBS Parque Cuiabá

UBS Parque Ohara

UBS Ilza Terezinha Picolli

UBS Jardim Vitória

UBS Cidade Verde

UBS Quilombo

UBS Nossa Senhora da Guia

UBS Aguaçu

UBS Rio dos Peixes

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br