quarta-feira, 21, fevereiro, 2024
33 C
Cuiabá

Polícia Militar inaugura Dojô Base Beira Rio para projeto que ensina artes marciais

Mais lidos

A Polícia Militar de Mato Grosso inaugurou, na noite desta quarta-feira (19.04), o Dojô Base Beira Rio, destinado ao projeto de artes marciais do 1º Batalhão de Polícia Militar “Lutando Pelo Futuro”, em Cuiabá. Ao todo, participam do projeto 220 alunos de karatê e jiu-jitsu, com idades entre 5 e 17 anos.

O sub-chefe do Estado Maior, coronel PM, Wilker Soares Sodré, enfatizou a importância do projeto social como forma de incentivar as crianças e adolescentes às práticas saudáveis e de desenvolver disciplina e responsabilidade.

“São modalidades que ensinam disciplina, educação e responsabilidade. Essas crianças e adolescentes terão uma ocupação de forma saudável, principalmente em um ambiente militar, que possui regras a serem seguidas”, destacou.

O comandante do 1º Batalhão, tenente-coronel Jean Kleber Britto da Silva, destacou que o objetivo do projeto é oportunizar uma atividade desportiva continuada, retirando as crianças e os adolescentes da ociosidade, fazendo com que participem das atividades lúdicos, técnicas e filosóficas.

“O projeto potencializa, ainda, a defesa pessoal e recreativa, fatores que contribuem no desenvolvimento dos valores éticos e morais das pessoas, e amplia o instinto competitivo e saudável dentro do esporte, além de os afastarem de serem cooptados pelo crime”, afirma.

O estudante Gabriel da Silva, praticante de jiu-jitsu, declarou ser um apaixonado pela modalidade por influência do primo. “Ele me apresentou o projeto, me ensinou algumas técnicas e desde então eu pratico, já tem cinco meses. Quero seguir carreira de atleta quando crescer”.

Vanessa de Andrade, de 12 anos, que faz karatê no projeto, garantiu: “Artes marciais não é só coisa de homem”. “Aqui praticamos uns com os outros, e no esporte tem espaço para homens e mulheres competirem. Eu fiz muitos amigos no projeto”, contou.

O comandante do 1º Comando Regional, coronel Wankley Rodrigues, reforçou que a prática esportiva auxília na construção da cidadania, além do desenvolvimento físico, psicológico e educacional. “O esporte promove atividades voltadas para formação do caráter da pessoa humana, melhora seu convívio familiar e a integração com a comunidade, possibilita ainda a mudança de vida, afastando-as da criminalidade”, ressaltou.

Fonte: Wellyngton Souza/PMMT

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br