quinta-feira, 30, maio, 2024
21 C
Cuiabá

Museu de História Natural oferece oficinas inclusivas; confira programação

Mais lidos

Por: Graciele Leite/Secel

Com uma proposta de programação inclusiva para o mês de setembro, o Museu de História Natural de Mato Grosso traz oficinas que possibilitam a participação de pessoas com deficiência nas atividades. Entre elas, estão jogo da memória da biologia, construção de vulcão caseiro, confecção de varal de lembranças e prática de ioga. As experiências ocorrem na área verde do museu, aos sábados pela manhã, e são gratuitas ao público.

Neste mês, ocorrem uma série de ações e eventos do Setembro Azul e Setembro Verde, que marcam a luta pelos direitos da comunidade surda e o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência (21.09).

Por isso, a coordenadora do Museu, Enir Maria Silva, explica que a programação foi pensada para o público refletir e celebrar a inclusão das pessoas com deficiência e outras minorias. Além disso, destaca que os monitores das atividades de setembro prepararam experiências onde é possível a participação de pessoas com deficiências.

“Não é possível falar de inclusão sem considerar a igualdade de acesso e oportunidades. Como Museu, adotamos esse princípio em nossa diretriz central, que orienta todas as nossas ações e atividades, especialmente neste mês de setembro”, ressalta.

Em todas as atividades podem participar pessoas com deficiência, e a oficina ‘Construindo um vulcão’ foi pensada exclusivamente para as pessoas cegas. Utilizando objetos cotidianos, a proposta é explorar os sentidos da audição, olfato e tato na experiência ao ar livre.

Para participar das atividades, os interessados devem realizar inscrições através do link disponibilizado na biografia do Instagram do Museu (@museuhistorianaturalmt): linktr.ee/mhnmt. As vagas são limitadas e as inscrições são abertas sempre às 17h das quartas-feiras que antecedem as oficinas.

O Museu de História Natural de Mato Grosso é um espaço cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), que funciona em gestão compartilhada com o Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (Instituto Ecoss).

Além da exposição permanente de arqueologia e paleontologia, o Museu de História Natural de Mato Grosso também oferece a mostra temporária “Árvore-Ser”, que une pinturas da artista Tânia Pardo com poemas de Manoel de Barros. A proposta é proporcionar ao público uma experiência de se tornar parte da natureza, em um ambiente que explora vários sentidos. A mostra está aberta ao público até 11 de outubro, com entrada gratuita.

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br