quarta-feira, 22, maio, 2024
25 C
Cuiabá

Mais de 262 mil famílias receberão o Bolsa Família em Mato Grosso no mês de março

Mais lidos

Por: Redação 2

O estado de Mato Grosso tem 262.437 mil famílias que serão beneficiadas com a transferência de renda em março. O pagamento do benefício, que neste mês terá valor médio de R$ 692,29 no estado, iniciou-se na sexta-feira, 15 de março, e leva em conta o final do Número de Identificação Social (NIS). O programa chega a lares dos 141 municípios do estado, a partir de um investimento de R$ 181,1 milhões do Governo Federal.

No recorte por municípios, a capital Cuiabá detém o maior número de famílias contempladas: 43.162. Elas recebem benefício médio de R$ 681,91. O valor dos repasses federais para a capital supera R$ 29,36 milhões. As cidades de Várzea Grande (30.557), Rondonópolis (14.219), Cáceres (9.986), Barra do Garças (6.827) e Tangará da Serra (5.611) completam a lista com mais beneficiários.

O município de Campinápolis tem o maior valor médio do benefício em todo o estado: R$ 932,12. Na sequência, aparecem as cidades de Nova Nazaré (R$ 804,72), Gaúcha do Norte (R$ 794,33), Santo Antônio do Leste (R$ 780,22) e Querência (R$ 776,73).

Entre os benefícios complementares criados com o novo Bolsa Família, 166.355 crianças de zero a seis anos recebem neste mês o adicional de R$ 150 em Mato Grosso referente ao Benefício Primeira Infância, a partir de um repasse federal de R$ 22,6 milhões. A cesta de benefícios complementares também acrescenta R$ 50 neste mês a 194.932 crianças e adolescentes de sete a 16 anos e 36.913 jovens de 16 a 18 anos, além de 7.457 gestantes e 10.258 mulheres em fase de amamentação.

NACIONAL — Em março, mais de 20,89 milhões de famílias, de todos os 5.570 municípios brasileiros, receberão o benefício do Bolsa Família, que tem valor médio de R$ 679,23, fruto de um investimento federal de R$ 14,153 bilhões.

REGIÕES — Na divisão por regiões, o Nordeste concentra o maior número de famílias beneficiárias em março de 2024. São 9,46 milhões de contempladas, a partir de um investimento de R$ 6,4 bilhões. Na sequência aparece o Sudeste, com 6,19 milhões de famílias e aporte de R$ 4,1 bilhões. A região Norte reúne 2,5 milhões de famílias por meio de um investimento de R$ 1,8 bilhão. É no Norte que está o maior valor médio por beneficiário do país: R$ 718,23. No Sul, são 1,4 milhão de beneficiários e R$ 974,24 milhões em investimentos do Governo Federal. Por fim, a região Centro-Oeste concentra 1,1 milhão de famílias e um repasse de R$ 798,96 milhões.

ESTADOS — Na divisão por estados, São Paulo concentra o maior número de beneficiários em março de 2024. São 2,56 milhões de contemplados, a partir de um investimento de R$ 1,7 bilhão, com um repasse médio de R$ 669,08. Na sequência aparece a Bahia, com 2,47 milhões de beneficiários. Há outros seis estados com mais de um milhão de famílias contempladas: Rio de Janeiro (1,71 milhão), Minas Gerais (1,6 milhão), Pernambuco (1,6 milhão), Ceará (1,47 milhão), Pará (1,34 milhão) e Maranhão (1,21 milhão).

 

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br