segunda-feira, 4, março, 2024
30 C
Cuiabá

Estudantes podem inscrever projetos na XV Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação

Mais lidos

Por: Marcos Salesse/Seciteci

Começa nesta terça-feira (1º.08) as inscrições para a XV Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso. Organizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), o evento será realizado entre os dias 16 e 18 de outubro, na Faculdade de Tecnologia do Senai-MT (FATEC), de forma híbrida (online e presencial).

Em sua 15ª edição, a mostra é direcionada a estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio e alunos do ensino técnico e profissionalizante, que serão premiados pelos melhores trabalhos apresentados. Um dos principais objetivos do evento é reconhecer e incentivar o desenvolvimento da pesquisa científica dentro das escolas.

Com as categorias “ciências”, “engenharias” e “economia criativa”,  os estudantes devem escolher um tema e se inscrever gratuitamente por meio da plataforma online até o dia 10 de setembro. ¿¿¿¿Podem participar estudantes de instituições públicas e privadas que possuem algum trabalho voltado para a superação das desigualdades regionais.

Cada projeto deverá ser apresentado por, no máximo, dois participantes, sendo um aluno e um professor-orientador, e cada instituição de ensino poderá participar com, no máximo, cinco trabalhos. No ato da inscrição, o estudante poderá indicar qual o formato de apresentação vai preferir, se presencial ou online.

O evento é realizado em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat) e o Instituto Farmun.

Incentivo à inovação

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Allan Kardec, ressalta que a mostra é uma das iniciativas da Secretaria para promoção da cultura da ciência e inovação no ambiente escolar. Para o secretário, o evento também proporciona a possibilidade de mostrar os jovens talentos do Estado para a população.

“Chegamos nessa edição com a proposta de fortalecer a relação dos estudantes com a ciência e inovação desde o ambiente escolar. A nossa proposta é justamente incentivar que os nossos alunos desenvolvam ações e projetos inovadores para alavancar o desenvolvimento de Mato Grosso”, pontua o secretário.

Já para a superintendente de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação, Lecticia Figueiredo, a possibilidade de participação online vai permitir que a ação chegue a cada vez mais municípios do estado.

“Esse é um ambiente que proporciona ao aluno que ele comece a fazer suas primeiras pesquisas científicas e de inovação dentro da escola. A expectativa é aumentar o número de escolas e municípios participantes. Esse evento permite que a gente leve o fomento à iniciação científica para todo o estado, por meio das apresentações online”, avalia.

Premiação Especial 

Durante o evento, os trabalhos serão avaliados para definição dos estudantes vencedores da edição. Neste ano, 30 trabalhos serão escolhidos como finalistas, sendo que em cada categoria serão selecionados: um projeto do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, 10 do Ensino Médio e um Ensino Técnico.

Os nove projetos com melhor pontuação (1º lugar), do Ensino Fundamental, Ensino médio e Ensino Técnico em cada categoria, terão como premiação 01 (um) Smartphone para cada aluno.

Os dois projetos das categorias Ensino médio e/ou Médio Técnico com maior pontuação na avaliação e o ganhador do prêmio Farmun serão indicados para participar da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia organizada pela Universidade de São Paulo.

Já os 20  projetos do 1º e 2º ano do Ensino Médio melhor selecionados na avaliação serão premiados com 20 bolsas de Iniciação Científica Júnior (ICJ) ofertadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), com duração de até 12  meses.

O Instituto Farmun irá premiar com um notebook o projeto mais pontuado na XV MECTI, com a temática “Agro” (reflorestamento, economia da água, pecuária sustentável, tecnologia, entre outros), inscrito em qualquer uma das categorias. Além disso, os estudantes e professores dos projetos selecionados como finalistas receberão certificados de participação.

É importante destacar que, para a implementação da bolsa ICJ, é necessário que o estudante esteja matriculado no ensino médio de escolas públicas; estar desvinculado do mercado de trabalho; possuir frequência igual ou superior a 80% e apresentar histórico escolar.

Inscrições e dúvidas 

Todos os trabalhos inscritos precisam apresentar as normas pré-estabelecidas pela organização da XV MECTI. Os detalhes já estão disponíveis no site da mostra, onde as inscrições devem ser enviadas. Antes de finalizar o projeto, é importante que o estudante se atente a todas as normas de elaboração.

Ao todo serão selecionados 80 projetos para apresentação na edição 2023. A divulgação dos selecionados será feita no dia 15 de setembro.

Os alunos e professores que tiverem dúvidas com relação à inscrição podem entrar em contato com a organização da Mostra pelo telefone (65) 99981-6942 ou via e-mail: [email protected]. Já as inscrições devem ser feitas exclusivamente pela plataforma. Para acessar, clique aqui.

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br