quinta-feira, 30, maio, 2024
21 C
Cuiabá

Atleta do projeto Olimpus garante dois ouros e bate recorde no Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-23

Mais lidos

Por: Amanda Monteiro e Cida Rodrigues/Secel

Campeão nas provas de 800 metros e recordista dos 1500 metros, Jânio Marcos Varjão foi um dos destaques do Campeonato Brasileiro Interclubes de Atletismo Sub-23, realizado no final de semana, em Bragança Paulista (SP). Junto com outros atletas beneficiados pelo projeto Olimpus do Governo de Mato Grosso, o esportista de Barra do Garças ajudou o Estado a ficar na 3º colocação no quadro de medalhas da competição nacional.

“O Governo de Mato Grosso fica muito orgulhoso com esses resultados, que representam também a concretização de políticas públicas. É mais uma mostra de como o Olimpus continua ajudando a colocar nosso esporte e nossos atletas e treinadores em evidência a nível nacional. Parabéns a todos! E continuem contando conosco para que essa realidade se repita em muitos outros fins de semana”, destaca o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Jefferson Carvalho Neves.

Jânio bateu o próprio recorde de 2022 ao chegar à marca de 3m42s04 na prova 1.500 metros.

Nesta terça-feira (19.09), ele teve uma recepção calorosa da família e falou sobre a felicidade de competir por Mato Grosso.

“Todo mundo aqui de casa está muito feliz e eu estou muito grato por fazer minhas melhores marcas, indo para segunda colocação no ranking brasileiro. Meu pensamento foi vai lá e faça o melhor, e estou muito contente com o meu resultado porque eu deixei tudo naquela pista. Estou muito realizado também por competir por Mato Grosso, não me vejo competindo por outro Estado”, celebrou o esportista que atualmente é atendido com bolsa na categoria Atleta Internacional.

Além de Jânio, o município de Barra do Garças (512 km de Cuiabá) teve outros destaques na competição, sendo a maioria contemplada com Bolsa Atleta do projeto Olimpus. Nas provas de 5000m e 10000m, o município tomou conta dos pódios, com Peterson Ribeiro (ouro), Vitor Ferreira (prata) e Fábio Cordeiro (bronze). E teve ainda a atleta Franciely Marcondes, que conquistou bronze nos 5000m e 10000m.

Para o técnico do Barra do Garças Associação de Atletismo, professor Sivirino Souza, a retomada de importantes programas de incentivo ao esporte produzem esses retornos.

“Nós vivemos uma realidade boa, com investimentos como o resgate do pagamento da bolsa atleta, criação de políticas públicas voltadas para o esporte, respeito aos professores que estão na ponta. Contamos hoje com a parceria do Governo do Estado que tornam possível o que  vimos nesse final de semana”, expôs Sivirino.

Ademilson Santana, que é auxiliar técnico na Associação Barra-garcence, também enfatiza a importância do Bolsa Atleta para a segurança na preparação e na competição dos esportistas.

“O apoio do Estado ajuda muito os nossos atletas e contribui para o desenvolvimento deles. Isso faz com que eles tenham condições de brigar pelas melhores provas, como nesse final de semana. A bolsa dá aquela segurança para o atleta poder viajar e ter o melhor desempenho”.

Quem também retorna com medalha de ouro para Mato Grosso é Lissandra Maysa, que foi campeã na prova de salto em distância. Também bolsista do projeto Olimpus, a atleta de Nossa Senhora do Livramento é tricampeã brasileira e exemplo de sucesso na modalidade.

No salto triplo feminino, Nerisnelia dos Santos Sousa, de Sorriso (397 km a Cuiabá) conquistou o 2º lugar. Outra medalha de prata mato-grossense veio com João Marcelo, do município de Araputanga (338 km da capital mato-grossense), na prova do lançamento de disco. Ambos são contemplados no projeto Olimpus.

No total, Mato Grosso conquistou 13 medalhas na competição, sendo cinco de ouro, quatro de prata e quatro de bronze. O desempenho assegurou para o Estado a segunda colocação no ranking masculino e a terceira no quadro geral de medalhas.

Participaram do Campeonato Brasileiro Interclubes de Atletismo Sub-23 mais de 700 atletas, representando 128 clubes de 22 Estados e do Distrito Federal.

Ibero-Americano 2024

Durante o Campeonato Brasileiro Interclubes de Atletismo, Mato Grosso foi anunciado como sede de mais um grande evento esportivo. De 10 a 12 de maio de 2024, o Campeonato Ibero-Americano de Atletismo será realizado em Cuiabá (MT), na pista do Centro Olímpico de Treinamento na Universidade Federal (UFMT).

As negociações entre a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e o Governo de Mato Grosso começaram em julho, durante a realização do Troféu Brasil de Atletismo, com o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer Jefferson Neves e o governador Mauro Mendes. O comunicado oficial foi feito pela Associação Ibero-Americana de Atletismo (AIA), no sábado (16.09).

O Campeonato Ibero-Americano é uma competição de atletismo em nível de seleções nacionais que se disputa a cada dois anos entre países ibero-americanos, mais Andorra e dos países africanos onde a língua oficial é o espanhol ou o português.

(Com informações da CBAt)

- Publicidade -
960x120
- Publicidade -

Últimas notícias

Feito com muito 💜 por go7.com.br