Home Editorias Agricultura ‘Defensivos agrícolas, mitos e verdades’ abre o ciclo de palestras
fullhome_2

‘Defensivos agrícolas, mitos e verdades’ abre o ciclo de palestras


| Fonte: Assessoria
Foto: Assessoria

Começou na tarde dessa terça-feira, 6, a maior Vitrine Agropec de todos os tempos. Dessa vez a programação que ocorre durante a 47ª Exposul, é mais extensa e com uma diversidade de assuntos e palestrantes que abrangem todos os veios da agropecuária.

Na abertura dois grandes nomes ligados ao estudo profundo do uso dos defensivos agrícolas e seus efeitos na saúde do homem. Com o tema ‘Defensivos – Mitos e Verdades’, o engenheiro agrônomo, mestre em economia agrária e doutor em administração – Xico Graziano, a maior autoridade brasileira em uso de defensivos e necessidade de manejo correto, abriu a conversa com produtores rurais, profissionais da área e estudantes.

“Hoje vivemos no mundo da internet, das redes sociais e muita gente usa a informação erroneamente. Precisamos tomar cuidado com o que vemos, ouvimos ou recebemos de notícias. As pesquisas avançam e, com certeza, não podemos nos deixar influenciar com as fake news”, disse Xico Graziano.

Na sequência da palestra, o médico toxologista clínico, Dr. Ângelo Zagana Trapé, disse que trabalha há mais de 40 anos na área e nunca encontrou em agricultores e profissionais que manuseiam defensivos, problemas de saúde relacionados com as aplicações. “Precisamos seguir as regras, igual as que costumamos seguir ao tomar algum medicamento ou mexer com produtos de limpeza. No caso dos defensivos é só respeitar as práticas agrícolas e as normas técnicas, usar os equipamentos de proteção, e conhecer o que estamos manuseando”.

Os dois doutores percorrem o país mostrando que como em todos os setores a agricultura se moderniza e traz cada vez mais qualidade e mais eficiência.

“Para nós da Aprosoja, a Vitrine Agropec abriu com um assunto de extrema importância. A agricultura precisa deixar de ser considerada a vilã da saúde das pessoas e do ambiente. Precisamos mostrar que trabalhamos com segurança e sempre em busca do que é melhor para todos”, disse Tárcis Sachetti, delegado da Aprosoja e também coordenador da Vitrine Agropec.

O presidente da Aprosmat, Gutemberg Carvalho Silveira, explicou que este tipo de prática de disseminar informações erradas ou falsas sobre agrotóxicos prejudica todo o agronegócio brasileiro. “Muito do que é divulgado não tem suporte cientifico e dados confiáveis, nós sabemos que temos problemas a serem sanados como em todos os setores. Existem treinamentos para aplicadores de defensivos e uma maior consciência do produtor rural”, comentou.

Para o vice-presidente da Aeagro Marcelo Capelloto o objetivo da Associação em levar mais informação não só para a classe dos engenheiros agrônomos, mas também para a população está sendo cumprido. “Uma das nossas metas é trazer para a sociedade o maior nível de esclarecimento técnico possível sobre temas que são de nosso meio e a parceria com o Sindicato Rural nos proporcionou esta abertura”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here