Home Chicote Valtenir compra briga interna e vai encarar Emanuel em prévias do MDB...
Prefeitura Roo
Fullbanner1

Valtenir compra briga interna e vai encarar Emanuel em prévias do MDB por Prefeitura de Cuiabá

Fonte: Da Redação NMT
Valtenir e Emanuel estão em guerra interna no MDB. Foto - Gilberto Leite/RdNews

O suplente de deputado federal, Valtenir Pereira (MDB), que assumiu a titularidade das funções nos últimos dias com o afastamento de Carlos Bezerra (MDB), que deve durar quatro meses, voltou à cena política após derrota nas urnas falando grosso. Protagonista de um furdunço dentro do PSB ao assumir o comando do partido em 2017, em desagrado das maiores lideranças estaduais presentes no partido, na ocasião, Pereira acabou sequer permanecendo no partido e retornou ao MDB para tentar a reeleição na Câmara Federal. Com pouco mais de 44 mil votos, ficou de fora do grupo dos oito eleitos e já vem causando barulho nos bastidores ao cravar pré-candidatura à Prefeitura de Cuiabá.

O grupo do atual prefeito e provável candidato a reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), vem entendo a postura de Valtenir como afronta e a guerra interna, coisa bem comum na sigla, já está formada. Valtenir por sua vez, em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, no início desta semana, argumentou que há uma dívida do próprio Emanuel consigo por um recuo de sua parte no passado. Pereira, porém, não demonstra contar com o bom senso do correligionário em retribuir a gentileza e tem usado palavras duras para se referir ao atual prefeito, inclusive lhe atribuindo a pecha de ser um homem sem palavra.

“Nós vamos disputar internamente a indicação do partido. Sou pré-candidato a prefeito de Cuiabá porque o que o Emanuel combina sentando, não sustenta em pé. É o caso da Santa Casa de Misericórdia, foram  R$ 12.406,698 milhões que nós conseguimos trabalhar em Brasília, convencer e liberar o recurso. Na hora de empenhar, a Santa Casa não tinha condições de receber o recurso naquele momento porque o seu teto estava estourado, então pedimos para mandar na conta da prefeitura para a prefeitura fazer um arranjo orçamentário e repassar e ele não cumpriu isso. Então ele não é digno de confiança”, atacou, referindo-se a um recurso destinado à filantrópica por um bloco de parlamentares e que o prefeito, que recebeu o recurso no Município, decidiu reter.

Valtenir fez questão de relembrar os fatos de 2016, onde garante ter aberto mão de uma candidatura já trabalhada para dar a vaga na disputa a Emanuel. “Em 2016 eu era candidato, fiz o processo de construção com o segmentos organizados da sociedade, visitei os bairros, conversei com os presidentes, com diversos segmentos econômicos e sociais e começávamos a construir o projeto. Aí veio de uma hora para outra o candidato Emanuel Pinheiro que era candidato a presidente da Assembleia e resolveu ser candidato a prefeito , fizemos uma composição e demos a ele a oportunidade de disputar”

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Coloque seu nome aqui