Home Chicote Pátio se prepara para embate duro contra Muniz e Sachetti
Prefeitura Roo
Fullbanner1

Pátio se prepara para embate duro contra Muniz e Sachetti

Fonte: Da Redação NMT
Cidade se prepara para disputa acirrada pelo comando do Palácio da Cidadania. Foto - Arquivo/Prefeitura
Rondonópolis é uma das cidades mais importantes do estado, tanto por ser a segunda economia quanto por ser o “berço político” de boa parte das maiores lideranças do estado. Exemplo disso é a representatividade que sempre teve tanto na Assembleia quanto no Congresso Nacional. Atualmente, Rondonópolis conta com quatro deputados estaduais em sua representatividade, caso de Sebastião Resende (PSC), Nininho (PSD), Claudinei Lopes (PSL) e Thiago Silva (MDB). Já em Brasília, segue tendo a experiência de Carlos Bezerra (MDB) e a juventude do ex-senador e atual deputado federal José medeiros (PODE), além da presença quase cativa do senador Wellington Fagundes (PR).
Por estas e outras, as eleições municipais da cidade ganham uma força extremamente estratégica para todos e as movimentações e insinuações já são diversas. Alguns grupos ligados ao ex-prefeito Percival Muniz (PDT), defendem o lançamento de seu primo, o jovem Thiago Muniz (PDT), hoje vereador, de saída para o DEM do Governador Mauro Mendes (DEM), para a disputa. Obviamente, o prefeito Zé do Pátio (SD), que tem forte atuação principalmente na área social e consequentemente nas periferias, onde está a grande massa votante, sempre é um candidato a ser apontado como um dos favoritos. Outro entre os nomes mais falados e cogitados nas rodas de conversa política é o ex-deputado federal e ex-prefeito, Adilton Sachetti (PRB), que tem sido visto em vários lugares públicos cuidando apenas da vida pessoal e assim deve ser pelo menos até o final desse ano.
O cenário que se desenha com mais força seria o atual prefeito Zé do Pátio (SD), que já sinaliza que buscará a reeleição, disputando com o bem avaliado Adilton Sachetti (PRB), fazendo a reedição de um confronto já ocorrido no passado, mas em contexto inverso. Algum representante do clã Muniz, seja o vereador Thiago Muniz ou até Ana Carla Muniz, mulher de Percival, deve marcar território no ringue político, contudo não seria surpresa a volta à cena do próprio ex-prefeito Percival. Nessa situação, pode até se dizer que irá se repetir os agrupamentos de 2016, quando Pátio saiu o vencedor. Agora, porém, o líder do Solidariedade vem enfraquecido pelo desgaste de uma administração com várias críticas em setores essenciais, contudo o grupo adversário de Percival tem perdido igualmente força nos últimos anos.
Em relação a Adilton, até pelo percentual que o mesmo conseguiu de votos como candidato a senador na cidade, em 2018 – mais de 61 mil votos – “perdendo” proporcionalmente no pleito em preferência na cidade apenas para o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) – fez quase 67 mil – o líder do PRB deve ser um páreo bem mais duro a Pátio do que foi Rogério Salles (PSDB) no último pleito municipal.

3 COMENTÁRIO

  1. Estamos lascados, todos esses já demonstraram suas incompetências e inaptidões administrativas. Precisamos de algo novo mas infelizmente não temos, uma cidade com enorme potencial de crescimento precisa de organização, chega de amadorismo nas administrações de Rondonópolis.

    Deus nos ajude.

  2. Um novo nome e o que precisamos e o jovem legislador Thiago Silva tem se mostrado capaz ,espero que este venha se candidatar como prefeito pra termos uma opção digna de confiarmos nosso voto !!!!

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Coloque seu nome aqui