Menor é estuprada por funcionário de posto de gasolina em Rondonópolis

Fullbanner1


Menor é estuprada por funcionário de posto de gasolina em Rondonópolis

Fonte: da redação
SHARE
De acordo com a vítima, ela tinha rompido o relacionamento com o assessor da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) há quatro meses. Foto: Ilustrativa.

Uma menor, identificada aqui apenas por E. E., relatou aos policiais que tinha ido ao mercado a pedido de sua mãe. Quando chegou em frente ao local, foi abordada por um homem que trabalha em um posto de gasolina onde a mãe da menina também presta serviços e reside. De acordo com o depoimento da garota, o homem, apelidado de Alemão, ofereceu `a jovem uma quantia de R$ 200 para que ela entrasse no carro dele.

Ao entrar no veículo, começaram os abusos. Ela pediu que ele parasse de tocar em seu corpo. Alemão parou por alguns instantes e dirigiu com a jovem no carro até a casa dele, no Jardim Atlântico.

Ao entrarem na casa, ela começou a gritar por socorro. Foi quando uma vizinha ouviu, se aproximou da casa e perguntou o que estava acontecendo. Quem atendeu a porta foi Alemão, que negou. Ao voltar ao interior da casa, Alemão despiu a menor, cometeu o estupro e, em seguida, deu R$ 200 reais para ela. Ele pediu que ela colocasse a roupa e disse que iria deixar a menina em casa, onde chegou por volta das 20h.

Após a denúncia feita pela mãe da menor, Alemão foi apreendido pela Polícia e a jovem encaminhada para a Santa Casa de Rondonópolis, onde foi realizado o atendimento padrão em caso de violência sexual. Em seu depoimento, Alemão negou o crime e compareceu acompanhado de dois advogados. Segundo ele, apenas teria dado carona para a garota.