Foragido que matou empresário em Rondonópolis tenta ludibriar polícia no Instagram

Fullbanner1

Resenha

Foragido que matou empresário em Rondonópolis tenta ludibriar polícia no Instagram

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Autor de disparo fatal em conveniência segue desaparecido. Foto - Redes Sociais

O que parecia uma atitude de ostentação e provocativa à polícia e aos familiares de Fábio Batista da Silva, de 41 anos, assassinado em uma conveniência em Rondonópolis, em 18 de novembro do ano passado, na verdade pode ter sido uma tentativa, da parte do procurado, de enganar os investigadores que seguem no seu encalço.

O jovem Maruan Fernandes Haidar Ahmed, que segundo testemunhas e como mostra o próprio vídeo das câmeras de segurança, foi quem atirou contra o empresário, usou o espaço ‘stories’ de sua conta pessoal do Instagram, utilizado para postagens temporárias, para divulgar, recentemente, uma imagem em um barco, próximo aparentemente a alguma praia brasileira, com comida na mesa e vida boa.

A repórter do programa SBT Comunidade, Patrícia Cacheffo, apresentado em Rondonópolis por Carlos Vanzeli, descobriu que, na verdade, as imagens postagens por Maruan não eram nenhum descuido ou prepotência de sua parte em relação a investigação que o cerca, mas uma estratégia. A foto em questão, que mostra alimentos e o mar ao fundo, foi postada na conta da cantora Luiza Sonza, em uma de suas várias viagens.

O suspeito recheou a foto com alguns emojis (animações gráficas) e repostou dando a entender que teria sido tirada por ele em um local onde possivelmente estaria. O furo de reportagem foi ao ar nesta semana, após boa parte da imprensa, até nacional, morder a isca do jovem publicando o que parecia ser uma tremenda ousadia de sua parte.

O Crime

Maruan sacou de uma arma após discutir com Fábio no momento em que o mesmo se afastava depois de ter requisitado que o primeiro desligasse os faróis de sua camionete que estava atrapalhando todos os presentes no estabelecimento comercial. Surpreendentemente, o jovem acertou o peito do empresário com um tiro certeiro que o matou no local, deixando três filhos menores de idade. Desde então, a Amarok do suspeita foi encontrada no Aeroporto Municipal de Rondonópolis, talvez em mais uma tentativa de enganar os investigadores, e o jovem segue sem paradeiro conhecido.

Acompanhe abaixo matéria do SBT Comunidade desvendando a tentativa de golpe de Maruan: