FESTEJEM DIREITINHO – Dr. Francisco Mello

Fullbanner1

Resenha

FESTEJEM DIREITINHO – Dr. Francisco Mello

Fonte:
SHARE

Buenas companheirada. Os vinhos ornam bem a preceito com estas festividades de fim de ano, sendo assim largo umas singelas recomendações aos festeiros.

Não agite o espumante antes de abrir. Isso pode lesionar alguém. É semelhante a um tiro com bala de borracha – no caso cortiça ou rolha plástica -, além do mais perde parte da bebida, desgaseifica o líquido, arruína o sabor e molha alguns viventes.

Gire vagarosamente a garrafa com uma mão enquanto a outra segura firme a rolha, assim a abertura será feita com segurança.

Preenchas apenas um terço da taça com vinho, assim ela fica mais leve, facilitando a inclinação para o ritual de verificação da cor, aromas e outras características da bebida e sem riscos de derramar.

Jamais coloque gelo numa taça de vinho, mas também não deve servi-lo quente. Use um balde com gelo para manter a temperatura adequada durante o consumo.

Se não consumir todo o vinho da garrafa, compadre velho, guarde-a bem fechada na geladeira, pois o excesso de oxigênio desnatura as propriedades do vinho.

As taças são barrigudinhas para que quando giradas, oxigenem e conservem os aromas e sabores do vinho. Segure a taça pela haste, nunca pelo bojo, para não aquecer o vinho nem deixar manchas.

Caso fores beber vários vinhos use primeiro os espumantes depois os Brancos, Rosados ou Rosés e por último os Tintos. Assim é, porque os mais leves (com pouco álcool), devem se antecipar aos mais encorpados. Nesta trilha, vinho ceco vem primeiro que vinho doce; vinho novo ou jovem deve ser bebido antes do envelhecido.

O que saborear com vinho? Depende da comida e do vinho. Feijoada por exemplo combina com um tinto Garzon Tannat Chileno, ambos são fortes; Pudins e sobremesas em geral se harmonizam com vinhos doces ex: francês Château, vinho do Porto, ou, um rosé suave da serra gaúcha; Churrasco, casa bem com um vinho Malbec argentino ou um tinto encorpado de Bento Gonçalves.

Relembrando: espumantes, vinho branco, ou rosé, devem ser consumidos principalmente no verão, acompanhando comidas leves ex: saladas, queijos e peixes; Vinho tinto e forte é próprio das refeições pesadas, churrasco, carnes vermelhas feijoadas etc, já os vinhos doces licorosos se harmonizam com as sobremesas.

Em todos os casos beba com moderação e se beber não dirija.

Tudo por hoje.

Um baita quebra costelas e Boas Festas.

Dr. Francisco Mello dos Santos. Advogado Criminalista. OAB-MT 9550. Especialista em Direito Penal e Processual Penal. [email protected] (669)96892292.