Home Editorias Mato Grosso Criminosos decidiram matar motorista de aplicativo depois que ele se recusou a...
Prefeitura Roo
Fullbanner1

Criminosos decidiram matar motorista de aplicativo depois que ele se recusou a descer do carro em MT

Fonte: Olhar Direto
Foto: TVCA/Reprodução.

Jeferson Pereira de Jesus, Renato Marcelo da Silva e Wallyson Henrique Campos Oliveira, disseram que executaram o motorista de aplicativo Anderson Marcelo Lopes Caldeira, 28 anos, porque ele não queria descer do carro, um Gol branco. O latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu na quarta-feira (20), por volta das 10h30, no lixão do bairro Serra Dourada, em Várzea Grande. As prisões foram efetuadas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande.

A prisão dos executores ocorreu nesta quinta-feira (21). Os suspeitos foram indiciados por latrocínio consumado, integrar organização criminosa, roubo majorado pelo concurso de pessoas, emprego de arma de fogo, desobediência e resistência. Junto com eles também foram presos Ezequiel Filipe de Almeida Costa, 18 anos, por roubo majorado e Silvia Moreira Dutra, 45 anos, que é apontada como integrante da organização e está sendo apurada sua participação no latrocínio.

Já na Delegacia, durante interrogatório, o suspeito Renato Marcelo da Silva, confessou a prática do latrocínio com os conduzidos Jeferson Pereira de Jesus, e Wallyson Henrique Campos Oliveira. Renato alegou que a intenção era somente roubar o veículo da vítima, que teria se recusado a descer do carro. Então, segundo ele, Wallyson e Jeferson decidiram matá-lo.

Ainda no interrogatório, Renato imputou o planejamento do crime à Jeferson Pereira, que teria acionado o transporte via aplicativo. No momento em que o veículo da vítima parou, Jeferson enquadrou o motorista munido de um revólver calibre 38, anunciando o roubo e ordenando que a vítima descesse do carro.

A vítima é Anderson Marcelo Lopes Caldeira, 28 anos. Foto: Acervo pessoal.

Mas a vítima se recusou, tendo Jeferson entrado no veículo e sentado atrás do motorista, instante em que o motorista acelerou o veículo e colidiu logo em seguida contra o barranco do lixão. Nesse momento Jeferson efetuou os disparos contra o motorista, e logo em seguida todos fugiram.

Wallyson também confessou a prática do latrocínio, mas afirmou ter sido Renato quem efetuou os disparos contra a vítima. O suspeito ainda afirmou que juntamente com Jeferson resgataram o comparsa Renato, nas imediações do local.

A delegada Elaine Fernandes frisou o empenho de toda a equipe da Delegacia para resposta rápida na elucidação do latrocínio. “Agradeço e parabenizo os investigadores e as escrivães que trabalharam de forma incansável para elucidação do latrocínio e prisão em flagrante dos autores”, elogiou Elaine Fernandes.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Coloque seu nome aqui