Carente, Barbudo reclama de nunca ter sido afagado por Mendes

Fullbanner1

Resenha

Carente, Barbudo reclama de nunca ter sido afagado por Mendes

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - Ednilson Aguiar - O Livre

Campeão de votos em 2018 e muito próximo de assumir a cadeira de deputado federal por Mato Grosso, Nelson Barbudo (PSL), o novo líder partidário da sigla do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no estado, parece não estar totalmente satisfeito ainda com toda bajulação à sua volta após surpreender a todos e mesmo com poucos recursos aplicados conseguir surfar a onda da extrema direita e desbancar muitos figurões locais da política. Em entrevista à rádio capital, neste início de semana, a nova liderança reclamou de não ter sido cortejado até agora pelo governador eleito, Mauro Mendes (DEM).

Barbudo se queixou, ao vivo, do novo governador, que pegou o Palácio Paiaguás abarrotado de dívidas, sobretudo com servidores (salário de dezembro e 13º pendentes), pelo mesmo não ter lembrado de ter feito uma ligação a ele para parabenizá-lo pelos mais de 126 mil votos que fez. Como quase sempre faz, o social-liberal se perdeu nas palavras e até disse, em tom de ameaça, que a postura do gestor é “sinal que ele (Mauro) não precisa do seu apoio na Câmara (Federal)”.

Tirando o fato de que o trabalho de Barbudo para, por exemplo, conseguir recursos ao estado é essencialmente para responder ao povo mato-grossense que o elegeu e não para agradar ou manter as boas relações com o governador, o novo deputado expõe com a queixa, na verdade, alguma insegurança interna que eventualmente carregue quanto a ser mesmo ou não uma liderança reconhecida pela própria classe política. Apesar dos problemas pessoais, o deputado federal garantiu que o PSL apoiará Mendes, com o adendo de que será contra a proposta de taxação do agronegócio, defendida por alguns interlocutores do novo governo.