Câmara de Rondonópolis realiza primeira sessão após recesso

Fullbanner1

Resenha

Câmara de Rondonópolis realiza primeira sessão após recesso

Fonte: Assessoria
SHARE
Foto: Assessoria

Foi realizada no Plenário Ulysses Guimarães da Câmara de Vereadores a primeira Sessão Ordinária de 2019. A nova Mesa Diretora para o biênio 2019/2020, é presidida pelo vereador Cláudio da Farmácia, sendo o vice-presidente vereador Roni Magnani, o segundo vice-presidente o vereador Bilu do Depósito de Areia, o primeiro secretário é o vereador Vilmar Pimentel e o segundo secretário o vereador Doutor Hélio Pichioni.

O prefeito municipal José Carlos do Pátio, participou dessa primeira sessão. Ele veio agradecer, a Mesa Diretora do biênio anterior e desejou boa sorte a nova Mesa Diretora.

Esteve presente também um grupo de professores que participarão do processo seletivo para a rede municipal, neste ano. Os professores vieram pedir apoio aos vereadores para reformular a Lei Orgânica que fala sobre o processo seletivo, quanto à contratação temporária.

“O documento informativo que veio para construção da normativa desse ano, veio com a cláusula do contrato de seis meses apenas, podendo ser prorrogado por mais seis meses, então isso mexeu muito com a gente, porque com um ano, não conseguimos comprar nada, financiar nada, loja nenhuma quer vender para você porque é apenas um contrato de um ano. Imagina você com contrato de seis meses”, falou a professora Geralda Ferreira da Silva.

A sessão teve uma pausa, e os vereadores se reuniram com o grupo de professores, na sala de reuniões, com a participação da Secretária Municipal de Educação Carmem Garcia Monteiro, afim de resolver o impasse. Após ouvir as reivindicações, os vereadores decidiram alterar a Lei Orgânica, para que a contratação dos professores substitutos possam ser feitas por doze meses, e não seis como está atualmente.

“Eu fiquei satisfeita com o resultado da reunião, e a secretária cumpriu a lei, por isso ela colocou essa cláusula na normativa, mas ela se comprometeu, caso os vereadores consigam mudá-la, para o contrato voltar a ser de doze meses, o que para gente é muito interessante”, disse Geralda Ferreira.

“Fazendo a mudança na Lei Orgânica nós vamos ter que rever todo o processo, e aí nós vamos fazer as adequações necessárias. A equipe da Secretaria Municipal de Educação vai ter que repensar, analisar, e fazer as mudanças conforme a Lei Orgânica exigir”, falou a secretaria Carmem Garcia Monteiro.

O presidente da Câmara Municipal de Rondonópolis Cláudio da Farmácia, analisou como positiva a primeira Sessão Ordinária de 2019, onde foi debatido alguns assuntos pertinentes da cidade, na área de infraestrutura, sobretudo.

“Nós temos aí dois anos para implementar algumas prestações de serviço na Câmara. Já fizemos uma visita ao judiciário que nos recebeu muito bem. Vamos descentralizar as sessões da Câmara, levando para os bairros”, contou o Presidente Cláudio da Farmácia.