Home Chicote Thiago Silva (MDB) gasta mais de R$ 13 mil com combustível só...
fullinterna5
fullinterna_1
fullinterna_3

Thiago Silva (MDB) gasta mais de R$ 13 mil com combustível só em outubro


| Fonte: Da Redação NMT
Jovem deputado se destaca negativamente com gasto desproporcional no último mês. Foto - RDNEWS/Rodinei Crescêncio

O deputado estadual, Thiago Silva (MDB), que vem sendo apontado como potencial candidato a prefeito de Rondonópolis, nas eleições 2020, parece que está se iludindo com a gorda cota financeira que tem direito na Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT, parlamento que sequer completou um ano de atuação.

No local, só a Verba Indenizatória – V.I., que cada um dos 24 parlamentares tem direito, representa mais de R$ 65 mil para gastos dos mais diversos todo mês e, na prática, pela ausência de rigidez na prestação de contas, é uma extensão do rechonchudo salário de R$ 25 mil, dentre outras benesses agregadas.

O jovem emedebista foi o terceiro mais “gastão” do mês de outubro e consumiu acima de R$ 13 mil com combustível, segundo Portal da Transparência do legislativo estadual. Os números mostram Thiago abocanhando R$ R$ 4.540,63 só com gasolina, o que daria algo em torno de 1.000 litros.

Utilizando como parâmetro a autonomia de um carro popular que faz, em média, 10 quilômetros com um litro de gasolina, o total gasto com esse combustível representa 10 mil quilômetros, o que daria CINCO viagens de ida e volta de Itiquira até Guarantã do Norte, ou seja, de um extremo a outro de Mato Grosso, completando mais de 10 mil quilômetros em um intervalo de 30 dias.

Mas além de gasolina, Thiago ainda consumiu R$ 4.286,33 de etanol, o que na cotação média de R$ 2,80, deu pra adquirir mais de 1.500 litros. Imaginando que um veículo tenha um rendimento, com esse tipo de combustível, de até sete quilômetros com um litro de combustível, o deputado ainda conseguiria fazer mais cinco viagens de Itiquira até Guarantã, sobrando ainda um pouco para voltar a Cuiabá, se quisesse.

Ocorre que o parlamentar ainda utilizou verba pública para adquirir, segundo consta nos dados oficiais, aproximadamente mais 1.000 litros de óleo diesel, o que saiu para Mato Grosso exatos R$ 4.223,41. Sendo bem generoso e imaginando que a camionete do deputado faça algo em torno de 12 quilômetros com um litro de diesel, a autonomia seria de mais 12 mil quilômetros percorridos.

Por fim, se somarmos os 12 mil do diesel, mais os cerca de 10 mil quilômetros do etanol e os outros 10 mil da gasolina, o deputado Thiago Silva rodou 32 mil quilômetros em um mês, o que dá acima de mil quilômetros por dia. Ou seja, Rondonópolis e Mato Grosso não elegeram um deputado, mas sim um caminhoneiro. A distância de Cuiabá a Miami, nos Estados Unidos, é pouco mais de 5 mil quilômetros. Se a condição de trafegabilidade fosse mais facilitada, dava pro deputado ter ido e voltado três vezes no mês.

Apenas Romoaldo Júnior (MDB) – que gastou no mesmo mês de outubro R$ 13.323,47 – e Valmir Moretto (PRB) – que deu conta de queimar R$ 15.669,16 do dinheiro do povo do Mato Grosso só com combustível – foram capazes de superar o ex-vereador de Rondonópolis. Ao todo, a Assembleia registrou pagamento de mais de R$ 327 mil no referido intervalo com combustíveis.

Abaixo, registro do PORTAL DA TRANSPARÊNCIA da ALMT:

rodape_mat
Rodape_Mat2

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here