Home Editorias Mato Grosso Advogada é presa por “esfregar” carteira da OAB no rosto de policial...
fullhome_2
fullinterna_1
fullinterna_3

Advogada é presa por “esfregar” carteira da OAB no rosto de policial militar


| Fonte: Olhar Direto

Uma advogada de 28 anos, identificada como T.M.S.P. foi presa ao desacatar um policial militar e esfregar a carteira da Ordem dos Advogados (OAB) no rosto dele. O episódio foi registrado na madrugada de quarta-feira (6), no bairro Jupiara, em Campo Verde (a 140 quilômetros de Cuiabá). Na ocasião, ela e mais dois rapazes foram detidos.

De acordo com informações da Polícia Militar, uma equipe fazia rondas pela avenida Santa Tereza, quando avistou uma motocicleta com os faróis desligados. Na rua Sulista, o ocupante da garupa teria colocado a mão na cintura, o que fez com que disparos de bala de borracha fossem feitos pela PM.

Neste momento, de acordo com a ocorrência, o suspeito teria jogado uma sacola branca da rua. Depois de aproximadamente 50 metros, o condutor perdeu o controle e bateu a moto no meio-fio. Na ocasião, a PM fez mais um disparo e usou de força física para tentar prender os rapazes. Na sacola dispersada, haviam sete porções de maconha.

Enquanto os jovens eram abordados, uma mulher apareceu e se apresentou como mãe de um dos rapazes. Ela teria começado a gritar e desacatar os militares e dizia que eles têm o costume de “implantar” drogas.  Um PM disse que o rapaz havia sido detido por fugir da abordagem, por estar com maconha.

A mulher então contou que seria irmã do rapaz e que também seria advogada. Afirmou que iria pegar a carteira e “esfregar na cara” de um PM. Com isso, o militar teria dito que ela poderia ser presa por desacato. Mesmo assim, a mulher teria esfregado o documento do rosto no policial. Ele teria sido até mesmo empurrado para trás.

Com isso, a advogada foi algemada e os três foram encaminhados à Central de Flagrantes para as devidas providências. A Polícia Civil deverá investigar o caso.

rodape_mat
Rodape_Mat2

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here