Home Chicote Grupo tenta manter Nívia na Coder, Reginaldo detona no WhatsApp
fullhome_2

Grupo tenta manter Nívia na Coder, Reginaldo detona no WhatsApp


| Fonte: Da Redação NMT
Vereador expõe dificuldades de relacionamento da presidente. Foto - Assessoria

Um grupo de vereadores tem focado ações na busca de convencer a presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder, Nívia Calzolari, em voltar atrás na decisão que tomou, no início da semana, de deixar a empresa de economia mista, no qual a Prefeitura é sócia majoritária. Enquanto os elogios técnicos a Nívea sobram, o vereador Reginaldo Santos (PPS) tem detonado a dificuldade de relacionamento pessoal da engenheira civil.

Em grupos de WhatsApp, Reginaldo tem “batido e assoprado” em relação a Nívia, embora tenha nitidamente pesado mais a mão nas críticas. O vereador tem dito que o “melhor para a administração de Zé do Patio, seria a permanência da presidente”, ressalta o atendimento dela a pleitos comunitários e sua gestão de obrigar a pactuação de todos os serviços executados pela empresa, garantindo o recebimento do mesmo e a saúde financeira da agremiação.

No entanto, quando chega a hora do “mas”, o parlamentar não economiza nos ataques. “Ouço nos corredores da Prefeitura (que ela) precisa melhorar relacionamento com os secretários, saber que é o prefeito que toma as decisões e faz as escolhas da equipe (sic). Não é hora de queda de braço, de vaidades, tem que entrar em uma sala, olhar nos olhos e visualizar a caminhada que já foi feita, os avanços e corrigir os problemas. (Precisam) dar as mãos, Nívea e toda equipe escolhida e liderada pelo prefeito, que teve voto nas urnas”, alfinetou.

Reginaldo lembrou que no início do mandato do ex-prefeito, Percival Muniz, foi cotado a presidir a Coder e não aceitou por receio de não ter autonomia para indicações. O vereador afirma que agora a atual presidente quer definir até quem comanda a Secretaria de Infraestrutura – Sinfra, como condição de permanecer na empresa. “Tem uma imposição dela em escolher quem está a frente da SINFRA. Não é a primeira vez, outro momento ela ficou duas semanas sumida por problemas na SINFRA e só voltava se fosse do jeito dela. Teve também o episódio do Alcenio, servidor da CODER que recebeu uma advertência que leva a demissão, que na minha opinião injusta, devido a problema pessoal (…) Zé do Pátio é prefeito, ele que dá o norte da gestão”, finalizou.

Embora queira interferir na Sinfra estando no comando da Coder, Reginaldo lembrou que a engenheira não contribuiu inversamente quando comandava a Infraestrutura. “Quando foi secretária na SINFRA travou a CODER, arrebentou a gestão do NINO (ex-presidente, exonerado em fevereiro de 2018)”, lembrou.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here