Home Chicote Pátio diz que “não se preocupa com questões eleitoreiras”
fullhome_2

Pátio diz que “não se preocupa com questões eleitoreiras”


| Fonte: Da Redação NMT
Personalidade do atual prefeito é um caso a ser estudado pela psicologia. Foto - Assessoria

O prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio (SD), deu entrevista, neste início de semana, ao Programa “Manhã Notícias”, da 94.1 FM. Ao vivo, o chefe do Executivo Municipal disse que o gestor que se preocupa com infraestrutura, normalmente, perde voto, mesmo assim está decidindo apostar neste setor porque não está preocupado com estas “questões eleitoreiras”.

Pátio elencou vários feitos de sua administração e disse, porém, sem se lembrar que comandou a cidade de 2009 à 2012, que “ficaram” décadas sem cuidar de intervenções necessárias em bairros, que agora está sendo obrigado a fazer. “Tem obras que estamos passando apuro. São obras que há 30 anos ninguém cuidava, que é drenagem e o mesmo com o esgoto (…) Isso não dá voto, mas dá qualidade de vida”, pontuou.

O prefeito se meteu até a fazer analogia e disse que não se preocupou em maquiar os problemas da cidade. “Poderia ter feito como muitos prefeitos fazem:  fazer praça. Eu poderia dar um banho de boutique na menina, mas eu preferi cuidar da saúde dela. Esgoto não dá voto, mas precisamos não preocupar com o voto, com estas coisas eleitoreiras”, reiterou Pátio, conhecido exatamente pelo populismo.

O ex-deputado estadual, tratou de criticar o paisagismo realizado em outras cidades, que, ao seu ver, são investimentos menos resolutivos do que o feito por sua gestão em Rondonópolis. “Tem cidade aí que vive plantando rosinha, mas não tem 90% de rede de esgoto como nós temos e não tem drenagem. A cidade é bonita, mas quando vem uma chuva forte compromete tudo”, atacou, sem ter coragem de citar exemplos.

Embora com a fala prejudicada por muitas interrupções e falhas de dicção, que parecem várias vezes serem forçadas pelo próprio para massificar seu personagem de homem”simples”, a verdade é que Pátio usa de um expediente muito sofisticado do ponto de vista psicológico. Ele critica exatamente aquilo que pratica, de maneira a se vacinar de acusações.

O atual prefeito realizou ações eleitoreiras em busca de manter redutos eleitorais os quatro anos de seu mandato primeiro mandato como prefeito, de 2009 à 2012, até ser cassado. No atual mandato, segue exatamente a mesma toada. Caso alguém duvide que Pátio usa de técnica dissuasiva para livrar-se de seus principais pontos fracos quando os aponta em terceiros, o outro caminho seria admitir que o prefeito é esquizofrênico, o que seria muito mais grave.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here