Home Chicote Destaque de Thiago Silva expõe inoperância de Sebastião Rezende
fullhome_2

Destaque de Thiago Silva expõe inoperância de Sebastião Rezende


| Fonte: Da Redação NMT
Foto - AssessoriaALMT/MontagemNMT

Quando um representante público consegue atingir uma escalada política meteórica, isso certamente é reflexo que denota com exatidão o quanto seus feitos estão sendo reconhecidos pela população e como ele está tendo competência em dialogar com as pessoas. Esse é o caso, por exemplo, do atual deputado estadual, Thiago Silva (MDB), que passou de jovem surpresa entre os vereadores eleitos de Rondonópolis, em 2012, para uma reeleição como mais votado da cidade, em 2016, e mais recentemente dono de uma vitória com destaque – segundo mais votado da cidade – no pleito de 2018, para ser ocupante de uma das 24 cadeiras da Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT.

Ocorre que ao mesmo tempo que alguém ascende de maneira tão meritória, acaba sendo exposto a inoperância de muitos que se encontram, por eventualidade, em uma mesma posição, mas que ali estão por uma outra ocasião do destino. O paralelo entre Thiago e o deputado estadual de quinto mandato, Sebastião Rezende (PSC), ambos da mesma cidade e com redutos eleitorais parecidos, deixa claro o quanto os eleitores, muitas vezes, perdem tempo ao se “acostumar” em votar no mesmo e não dar a oportunidade a novos e mais competentes nomes que surgem.

Rezende terá muita dificuldade, caso busque o sexto mandato, em explicar o porquê entrega tão pouco, enquanto o garoto que saiu da mesma cidade e da mesma igreja que ele já tem para enumerar, mesmo com bem menos de um ano de trabalho, os serviços que já conseguiu prestar como deputado estadual. Thiago já conseguiu junto ao Governo do Estado a retomada de obras em escolas estaduais, como a Emanuel Pinheiro, unidade do Maria Tereza e Marechal Dutra, que acumulavam problemas crônicos de mais de cinco anos sem solução.

Nesta semana, o governador do estado, Mauro Mendes (DEM), virá a Rondonópolis para o anúncio de um recapeamento completo do Anel Viário, que teve Thiago como o principal entusiasta e visitante quase que rotineiro do gabinete do democrata para resolução da demanda. A pergunta mais razoável a se fazer é: onde estava Rezende todo este tempo? Porque alguém que ora junto com ele todo fim de semana, exatamente no mesmo templo, viu todos os problemas da cidade e, assim que teve forças para isso, conseguiu destravar alguns deles em menos de dez meses, enquanto o veterano, com quase 20 anos de Assembleia Legislativa de Mato Grosso, e que inclusive é engenheiro civil de formação, não deu conta de dar resposta de trabalho parecida?

Os 2.898 votos que Sebastião teve em seu domicílio eleitoral, nas eleições de 2018, deram à cidade apenas a 24ª posição, percentualmente falando, entre os municípios onde o veterano teve votos. Não é preciso dizer que isso é muito pouco para alguém com tanto tempo de história. A estratégia eleitoral de Sebastião, nos últimos anos, em abrir caminhos e conquistar novos eleitores, de fato, está se mostrando correta. Em 2018, o veterano teve votos em todos os 141 municípios do estado e o total de mais de 25 mil que acumulou nas urnas são frutos de sua experiência que certamente lhe apontou o caminho de mais um êxito.

Rezende acabou por concluir que é muito mais fácil conseguir conquistar novos corações e enchê-los de esperança, do que propriamente reverter a decepção de quem um dia já lhe entregou a confiança. Exatamente por isso, Sebastião e seus votos estão cada dia mais distantes de Rondonópolis. Ocorre que o estado tem limites territoriais, daqui a pouco não há mais para onde ir…

Thiago Silva conseguiu destravar obras de três unidades educacionais de Rondonópolis – Foto/ArquivoPessoal
Deputado se tornou visitante assíduo do gabinete do governador em busca da solução para anel viário de Rondonópolis

Mauro Mendes liberará obras no entorno de Rondonópolis, nesta semana

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here