Home Editorias Mato Grosso Dogde impõe derrota a Selma, mas também a Fávaro
fullhome_2

Dogde impõe derrota a Selma, mas também a Fávaro


| Fonte: Da Redação NMT
Senadora corre sérios riscos de cassação e o outro postulante a vaga provavelmente terá de conseguir a cadeira nas urnas. Crédito - MontagemNMT/FotosSóNotícias

O parecer da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recomendando a cassação imediata da senadora por Mato Grosso, Selma Arruda (PSL), bem como a marcação de uma nova eleição no estado, também foi frustrante para o terceiro colocado no pleito para o Senado Federal, em 2018, Carlos Fávaro (PSD). Ele sonhava ter de Dodge a recomendação quase que absurda de ficar com a vaga de Selma até que uma nova eleição defina o ocupante titular da cadeira. Resta ao líder do PSD, porém, aguardar que o plenário do Tribunal Superior Eleitoral – TSE – que é quem dará a palavra final sobre o caso de possível crime eleitoral – promova uma inovação jurídica de lhe dar a vaga temporária. Fávaro, que disputará o provável pleito extemporâneo, acredita que crescerá suas chances se já estiver senador. A situação, todavia, seria tão ridícula quanto a feita pelo ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Ricardo Lewandowski, que rasgou a Constituição no mesmo Senado Federal ao fatiar a pena do impeachment de Dilma Rousseff (PT), tirando-a do cargo, mas a mantendo elegível para futuras eleições. Em outras palavras, em se tratando do Judiciário brasileiro tudo pode acontecer, inclusive a aberração que Fávaro sonha e gasta com renomados advogados para conseguir…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here