Home Editorias Mato Grosso Sinfra reformará balsas para atender a população de Chapada dos Guimarães
fullhome_2

Sinfra reformará balsas para atender a população de Chapada dos Guimarães


Com a paralisação das balsas, os moradores passaram a fazer um percurso de cerca de 40 km para chegar ao município
| Fonte: Assessoria
Foto: Assessoria

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) se reuniu, na sexta-feira (16), com o secretário-adjunto de Logística e Concessões da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Huggo Waterson Lima dos Santos, para tratar da situação das balsas dos rios Quilombo e Casca, que não estão operando há quase 40 dias. Estes transportes atendem a população do distrito de Água Fria e da comunidade de João Carro, em Chapada dos Guimarães (MT).

Claudinei conta que recebeu a reivindicação da população, após ter divulgado a informação sobre a Indicação nº 183/2019, atendida pela Sinfra, para a implantação e pavimentação asfáltica da MT-020, que já tem previsão de ser finalizada em setembro deste ano.

“São duas balsas que atendem em dois pontos na comunidade João Carro. Infelizmente, sem estes transportes fluviais, a população fica desamparada. A única opção que eles têm é de seguir um itinerário de cerca de 40 km em estrada não pavimentada, sendo que, com a balsa, o translado chega a ser de apenas 10 km”, explica.

O secretário conta que foi aberto um processo que já está aos cuidados do departamento jurídico, em que houve a dispensa de licitação para a manutenção das balsas, por conta do caráter urgente. “As duas balsas vão ficar em torno de 777 mil reais, para reformar e deixar pronto. Estamos fazendo de forma emergencial. Nós estamos esperando finalizar os trâmites legais. As balsas estão fora da normatização da Marinha e será arrumada toda a documentação. Já fizemos o projeto, tem uma série de coisas que será preciso fazer, como o trancador, embarque e desembarque”, esclarece.

Durante a reunião, Huggo Santos comentou que, a partir de outubro, as duas balsas passarão a ser do estado, sendo que pertencem ao município. “Nós temos 33 balsas (em Mato Grosso), sendo que 20 balsas são do estado e 13 são dos municípios. Essas duas fazem parte do município. Destas 20, apenas 12 têm viabilidade econômica. Eu me interessei bastante em ajudar isso aí, porque tem um projeto de piscicultura muito grande na região e eu sei como é isso, pois é um ponto de desenvolvimento, não só naquela região. É uma coisa que temos que incentivar. Estou sensibilizado”, pontua Huggo.

A comunidade de João Carro é considerada uma das maiores comunidades rurais da Chapada dos Guimarães, localizada na região do Manso. Já o rio da Casca é um vilarejo em que grande parte dos moradores sobrevivem da agricultura familiar. Outra característica é que lá vivem comunidades quilombolas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here