Home Destaque Servidor da Vivo é acusado de roubar dados de clientes para tentar...
fullhome_2

Servidor da Vivo é acusado de roubar dados de clientes para tentar sexo com motoristas de Uber em Rondonópolis


Conforme informações, os assédios aconteciam rotineiramente e principalmente nas manhãs de segunda-feira.

| Fonte: Da Redação
Reprodução

Um homem identificado apenas como Carlos, estaria usando dados de clientes da operadora Vivo para acionar motoristas de aplicativo com o objetivo de assedia-los, inclusive, oferecendo dinheiro para fazer sexo.

“Boa noite, ta a fim de ser chupado? Pago R$50?”, dizia uma das conversas entre o suspeito e um dos motoristas.

Em outra conversa ele assedia o motorista da mesma forma, veja:

Arquivo pessoal

Conforme informações, os assédios aconteciam rotineiramente e principalmente nas manhãs de segunda-feira.

Ao serem assediados, os motoristas entravam em contato com a central dos aplicativos e em resposta eles bloqueavam a conta do usuário.

No entanto, no outro dia, os assédios aconteciam da mesma forma. Até que um dos motoristas aceitou o convite, foi até o local e resolveu gravar um vídeo flagrando o suspeito.

No vídeo, pressionado e indagado sobre a motivação da ação o homem prometeu parar com os assédios e se disse arrependido.

Porem, algum tempo depois, para surpresa dos motoristas, o homem voltou a realizar os chamamentos dos motoristas.

A suspeita dos motoristas, é que por ele ser funcionário da vivo, poderia estar usando dados de clientes da operadora para burlar o sistema dos aplicativos.

Vale ressaltar que o nome que aparece na janela de bate papo no aplicativo, usado para conversa entre motorista e passageiro, é o usuário que define, assim como a imagem. Somente no cadastro que ficam as informações oficiais dos usuários.

Segundo informações que chegaram ao site, o suspeito ainda teria se gabado perante outros funcionários sobre a situação, dizendo que podia ter morrido, que estava vivo e não sabia como.

A Vivo informou a nossa redação que está apurando os fatos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here