Home Editorias Brasil Bolsonaro diminui Sérgio Moro e ameaça demitir seu aliado
fullhome_2

Bolsonaro diminui Sérgio Moro e ameaça demitir seu aliado


| Fonte: Da Redação NMT
A lua de mel entre ministro e presidente parece que acabou. Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE

Pesquisas das mais diversas mostram que uma pessoa hoje consegue ser tão popular no Brasil quanto o ex-presidente, Luis Inácio Lula da Silva (PT), e talvez até mais que o atual presidente, Jair Bolsonaro (PSL).Trata-se do atual ministro da Justiça e da Segurança Pública, ex-juiz federal e grande nome da Lava Jato, Sérgio Moro.

Nesta semana, indagado sobre a má repercussão, dentro da corporação, sobre sua interferência na troca do superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, o atual presidente da República atacou: “onze foram trocados e ninguém falou nada. Sugiro o cara de um estado para ir para lá, “está interferindo”. Espera aí. Se eu não posso trocar o superintendente, eu vou trocar o diretor-geral”, ameaçou, referindo-se a Maurício Valeixo.

Ocorre que o nome em questão é indicação e pessoa da mais alta confiança do ministro Moro. Para muitas pessoas próximas do ex-juiz, a fala carrega uma vontade reprimida de Bolsonaro de frear a ascendência de Moro, que embora atacado pela esquerda e jornalistas parceiros, segue com o título de herói junto a boa parte da população, sobretudo a anti-petista.

Bolsonaro chegou até mesmo ser indagado se a fala sobre o diretor-geral não seria ofensiva a Moro e reiterou, sem titubear. deixando claro quem manda. “Se eu trocar hoje, qual o problema? Se eu trocar hoje, qual o problema? Está na lei. Eu que indico, e não o Sérgio Moro [ministro da Justiça]. E ponto final. Qual o problema se eu trocar hoje ele?”, disse, em claro tom de recado.

A verdade é o seguinte: ninguém que de repente torna-se adorado por uma multidão sente-se confortável com o crescimento de um outro que seja igualmente bem quisto por aquele mesmo publico. O sentimento de ameaça pela possível perda do trono é inevitável e a sensação de ainda estar contribuindo para isso deve rondar a cabeça de Bolsonaro todos os dias.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here