Home Editorias Geral Suspeita de matar o marido e cortar o pênis alega legítima defesa
fullhome_2
fullinterna_1
fullinterna_3

Suspeita de matar o marido e cortar o pênis alega legítima defesa


| Fonte: Metrópoles

A dona de casa Marivânia Gabriel dos Santos, de 42 anos, suspeita de matar a facadas o companheiro, cortar o pênis dele e levar para a amante dele disse ter agido em legítima defesa. Ela disse que foi agredida durante discussão com o companheiro Luiz de Almeida, 31, e teve os braços atingidos por golpes de faca. A informação é da TV Borborema.

A mulher é apontada pela polícia como autora do assassinato do marido, ocorrido na noite da última quinta-feira (15/08/2019), no município de Areial, na Paraíba. O crime foi praticado na frente de dois filhos de Marivânia – uma bebê de 11 meses e um menino de 13 anos.

“Meu intuito era ele deixar ela [a amante], mas ela me infernizou tanto que cheguei a esse ponto. Eu ia pegar ela [a amante], ia dar um cacete nela. Ele bateu no meu filho no domingo passado [dia 11] e isso ficou me matutando. Eu vi os dois na noite anterior juntos, ele dormiu com ela e não aguentei”, contou a mulher.

Depois do crime, Marivânia tentou se matar envenenada, mas não conseguiu. Ela ficou internada no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas já recebeu alta. A mulher está presa em flagrante e foi indiciada por homicídio qualificado.

rodape_mat
Rodape_Mat2

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here