Home Editorias Brasil Critica técnica de Blairo a Bolsonaro é preocupante
fullhome_2

Critica técnica de Blairo a Bolsonaro é preocupante


| Fonte: Da Redação NMT
Ex-ministro da Agricultura e um dos maiores produtores mundiais, Blairo se preocupa com fechamento de precoce de mercados pelo Brasil. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Já há algum tempo, os homens que de fato vivem a movimentação do mercado mundial se preocupam com o horizonte de exportação e da economia brasileira, de maneira geral. Isto porque, segundo explicou com muita maestria no Senado Federal, ainda na legislatura passada, o ex-senador, Cristovam Buarque (Cidadania), a China, nossa principal compradora, está se movimentando para melhorar seus custos. O país, que tem 1/5 da população mundial, possui apenas 10% do seu grande território tido como cultivável e, desde que impulsionou seu estrondoso desenvolvimento, se prepara para adquirir um total de 9 milhões de hectares em países sub-desenvolvidos.

Os asiáticos, que têm em seu território o maior povo e consecutivamente maior público consumidor do mundo, estão realizando estudos há anos em terras africanas, onde encontrarão preços e condições burocráticas mais facilitadas que na América do Sul, por exemplo, para iniciar uma produção agropecuária em larga escala. A África ainda tem o agregado da questão geográfica que atrai ainda mais os olhos puxados e empreendedores dos chineses. A ideia não é só satisfazer seu consumo interno, mas competir com muita força contra Brasil e Estados Unidos da América na disputa dos mercados compradores de Commodities do planeta.

A fala de Blairo Maggi à Revista Valor Econômico mostra que o megaempresário do agronegócio corrobora da preocupação de Buarque e que, mais do que isso, considera que os discursos que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) vem realizando, sobretudo quando polariza com líderes mundiais sobre políticas de proteção ao meio ambiente, podem fazer com que os “clientes” dos produtores brasileiros se afugentem e deixem de fazer negócio com o país muito antes do previsto. A Alemanha, por exemplo, novo alvo da fúria Bolsonarista, está no Top 5 dentre os países que mais importam do Brasil e a catástrofe de não ter para quem vender já está tirando sono da classe produtiva.

“Acho que teremos problemas sérios. Não tem essa que o Mundo precisa do Brasil. Talvez precisem dos agricultores brasileiros em outros países, mas somos apenas um “player” e, pior: substituível (…) O Mundo depende de nós agora, mas daqui a pouco se inverte e ficamos chupando dedo”, alertou Blairo, que logo em seguida já virou alvo da fúria dos militantes do presidente, sendo chamado até de “esquerdista” por muitos em várias publicações nas redes sociais.

Bom, se Blairo resolver virar socialista, como indicam os especialistas do Facebook, e decidir colocar essa nova ideologia em prática dentro do seu estado, isso seria uma grande notícia para os mato-grossenses.

1 COMMENT

  1. É uma piada vindo de um monte de banha. Ele prefere entregar o país aos chineses do que lutar para melhorar nossa economia. Faça-me o favor. Desde antão já sabíamos que existem apátridas no nosso país que pouco se importam em quem compra o quê, ou em quem manda na onde. Para essa raça podre o que importa é estarem no poder mamando nas tetas estatais. A fala dele tem tanto valor quanto o ouro dos tolos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here