Home Chicote Thiago Silva (MDB) faz Pátio perder o sono…
fullinterna_2

Thiago Silva (MDB) faz Pátio perder o sono…


| Fonte: Da Redação NMT
Discípulos de Bezerra podem se enfrentar em 2020, em Rondonópolis. Foto - ArquivoPessoal

Segundo alguns levantamentos contratados para consumo interno, nas últimas semanas, um nome é tido como a grande ameaça ao projeto de reeleição do atual prefeito, Zé Carlos do Patio (SDD), em Rondonópolis: o deputado estadual, Thiago Silva (MDB). Da escola de Carlos Bezerra (MDB) – veterano líder partidário em Mato Grosso, que foi responsável, inclusive, pelo norteamento dos primeiros momentos da carreira política do próprio Pátio – Thiago anunciou, recentemente, que é pré-candidato a prefeito.

Bastou a disposição de candidatura oficializada da parte do jovem deputado – mais votado do último pleito para o legislativo municipal e segundo mais votado na cidade para a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em 2018 – para que já iniciasse um processo de perseguição aos seus passos. Pessoas ligadas a Pátio, que não costumam economizar em baixaria, estão com a mira apontada a Silva e não só para atacar sua vida pública, ou seja, suas ações como parlamentar. A busca também tem foco nos possíveis pontos sensíveis de sua vida pessoal e familiar, que tenham elementos capazes de oferecer algum desgaste ao chegar ao conhecimento dos ouvidos populares.

Em outra frente, o próprio prefeito articula, pessoalmente, a possível aliança com o MDB, o que acabaria também ser uma maneira de minar Thiago, visto sua capacidade de invadir os redutos eleitorais de Pátio. A ideia do atual gestor é oferecer o cargo de vice de sua chapa, em 2020, à agremiação. A intenção de Pátio é convencer o atual presidente da Câmara, Cláudio da Farmácia (MDB), para que concorra ao seu lado. A partir daí, restaria esperar Cláudio trabalhasse a ideia com a maioria dos líderes locais do partido, o que tiraria a chance de Silva em concorrer.

Além de um perfil muito parecido com Pátio, o que assusta o atual prefeito é a baixa rejeição de Thiago, o que é muito diferente dos seus números. Tal realidade, dentro de um cenário de pré-campanha e campanha, não só pode ser um elemento facilitador para o emedebista na conquista de alianças, como também somará ao seu projeto e prestígio o voto “anti-Pátio”, força que não é pequena e lhe colocaria um patamar à frente do político do Solidariedade. Thiago tem surgido junto do vereador, Thiago Muniz (DEM), e do ex-vereador, Ibrahim Zaher (PSB), dando sinais que estarão juntos ano que vem. Os dois últimos, agregariam ao primeiro um público que ele ainda não é unânime e melhorariam ainda mais o horizonte.

Se em uma análise otimista, não se pode negar a fala dos aliados de Pátio que ele detém um considerável público fiel ao seu lado e quanto mais candidatos vierem ao pleito consecutivamente crescem suas chances, num campo mais realista é certo afirmar que nada pode ser pior para o atual prefeito que a candidatura de Thiago. A insônia que o deputado vem causando ao prefeito tem toda razão de existir.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here