Home Educação Pais não aceitam suspensão de aulas e novo laudo técnico será feito...
fullinterna_2

Pais não aceitam suspensão de aulas e novo laudo técnico será feito pela Semed; decisão final cabe ao MPE


| Fonte: Assessoria
Foto: Ilustrativa

Após reunião com os pais e responsáveis dos alunos da Escola Municipal Alcides Pereira dos Santos, realizada na noite desta terça-feira (13), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) irá encaminhar novamente uma equipe técnica na unidade de educação para uma vistoria com o intuito de verificar se há realmente risco aos alunos em permanecerem na escola. O novo laudo feito pela Semed será devidamente encaminhado ao Ministério Público do Estado (MPE) que recomendou a interdição total da escola. A realização de um novo laudo pela Semed atende pedido dos pais e responsáveis que não querem a suspensão das aulas.

Na reunião, que contou ainda com a direção da escola e o Conselho Deliberativo, foi lavrada uma ata com a assinatura dos pais e responsáveis solicitando que as aulas não sejam suspensas. Segundo a secretária municipal de Educação, Carmen Garcia Monteiro, a justificativa dos pais é de que desde o início das aulas, com a escola parcialmente interditada, nenhum incidente ocorreu, além disso, eles também não concordam com a realocação dos alunos para um local alugado.

Diante do impasse, já que a Semed havia optado pela suspensão imediata das aulas a partir desta quarta-feira (14), ficou definido que novo laudo será encaminhado ao MPE, e os alunos permanecem na escola em aula até uma decisão final que caberá ao MPE, já que este também apresentou um laudo técnico no qual alega risco às crianças com a permanência na escola.

“Nós tínhamos um laudo técnico feito pelos profissionais da Semed que garantia que com a interdição parcial da escola era possível manter as aulas na parte que não apresentava risco. Contudo, preferimos promover nova vistoria técnica para atestar realmente se há ou não risco, em função da negativa dos pais dos alunos de suspensão das aulas, já que o laudo do MPE confirma risco”, explica Carmen.

As obras de reforma geral da escola devem ter início ainda esta semana. Serão investidos mais de R$ 1 milhão para a troca das redes elétrica e hidráulica, forros e telhados, pisos e pintura geral. O prazo de conclusão das obras é de oito meses.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here