Home Cuiabá Caiu pai de Ulysses no TCE
fullhome_2
fullinterna_1

Caiu pai de Ulysses no TCE


| Fonte: Da Redação NMT
Ulysses (dir.) tem enfrentado dificuldades dentro da ALMT. Foto - Arquivo Pessoal

O ex-secretário adjunto da pasta da Fazenda – Sefaz, Naime Márcio Martins Moraes, pai do atual deputado estadual, Ulysses Moraes (DC), foi exonerado do cargo que possuía no Tribunal de Contas do Estado – TCE/MT, onde recebia mais de R$ 13,5 mil por mês. Ele estava na função desde maio e foi desligado, oficialmente, neste início de semana. Coincidência ou não, o parlamentar entrou em rota de colisão com o ex-presidente do TCE e conselheiro afastado, Antônio Joaquim, em relação a uma Proposta de Emenda à Constituição – PEC que daria poderes a conselheiros afastados, caso de Joaquim, de participarem da votação da composição da Mesa Diretora do TCE.  Apesar da aparente razão nesta discussão, Ulysses, que é membro do Movimento Brasil Livre – MBL e foi eleito numa plataforma crítica ao modelo político tradicional, aos altos custos do Poder Público, dentre outras pautas moralistas, está tendo dificuldade de colocar em prática a retidão que se esperava dele quando, há exato um ano atrás, os mato-grossenses o ouviam discursar. Registros no legislativo dão conta até do chefe de gabinete de Ulysses recebendo verba indenizatória, ou seja, valores além do salário sem necessidade de especificação dos gastos, enquanto que o próprio deputado abriu mão só da metade da tal verba. Em pouco mais de sete meses na Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT, o jovem já acumula desavenças com Janaína Riva (MDB), Dilmar Dal’Bosco (DEM), dentre outros…

rodape_mat
Rodape_Mat2

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here