Home Editorias Cultura Exposul faz parte da história da cidade
fullhome_2

Exposul faz parte da história da cidade


| Fonte: Assessoria
Foto: Assessoria

Sob as bênçãos do Bispo da Diocese Dom Juventino Kestering foi aberta a cerimônia que faz da 47ª Exposul mais um evento que movimenta a cidade e a região até o dia 10 de agosto.

A abertura oficial da Feira Agropecuária contou com a presença de várias autoridades locais, estaduais e nacionais. No salão Adolpho Tadeu Vieira, foram apresentados vídeos que mostram a evolução do agronegócio junto com o desenvolvimento de Rondonópolis.

O e ex-presidente do Sindicato Rural e atual vice-presidente da Famato, Francisco de Castro, fez um retrospecto da história e contou que desde criança acompanhava o pai na luta pelo Sindicato. “Vivi essa entidade, cresci andando com meu pai no meio do agronegócio. Aí quando chegou a minha hora assumi a vice-presidência e em seguida fui eleito presidente. Me orgulho de fazer parte dessa instituição e garanto que ela está em boas mãos. O nosso presidente Aylon Arruda vem fazendo um excelente trabalho, essa Exposul já é sucesso”.

Representando a Câmara de Vereadores, Fábio Cardozo disse que Rondonópolis tem seu desenvolvimento baseado no agro. É aqui, durante a Exposul que a força do setor se torna nítida. Este é um momento de girar a economia, de aproveitar o conhecimento por meio da Vitrine Agropec e também de diversão, com shows e atrações para todos os públicos”.

Ressaltando a importância da Exposul, o prefeito José Carlos do Pátio disse que é um orgulho estar prefeito e ver o Parque pronto para mais uma Feira. “Aqui está o que Rondonópolis verdadeiramente é, uma cidade onde as pessoas investem e acreditam. Somos parceiros do Sindicato porque para cá vem o grande, o médio e o pequeno produtor rural. Esta é uma Feira e uma festa para todos”.

O presidente do Sindicato Rural, Aylon Arruda, agradeceu aos parceiros, colaboradores, voluntários e, em especial, aos expositores, que fazem da Exposul a maior Feira de negócios do Centro-Oeste.

“Aqui no Parque de Exposições temos representantes de vários seguimentos da economia. Entre leilões, máquinas, implementos e a praça de alimentação vamos movimentar milhares de reais, trazemos para dentro da estrutura da Exposul cerca de duas mil pessoas que trabalham direta ou indiretamente para a realização do evento e o público deve chegar a 200 mil visitantes nos seis dias de Feira. É por isso que repito que a Exposul não é do Sindicato, a Exposul é nossa, é da cidade”, finalizou Aylon Arruda.

Encerrando a cerimônia, o Pastor Célio Rosa do Ministério Pescador Sal da Terra, pediu a proteção para todos os organizadores e colaboradores, para que essa Exposul transcorra na harmonia e na paz Deus.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here