Home Chicote PVA: vereador tenta denunciar superfaturamento e passa vergonha
fullhome_2

PVA: vereador tenta denunciar superfaturamento e passa vergonha


| Fonte: Da Redação NMT
Vereador Luís Costa se confundiu e apontou irregularidade fake. Foto: Arquivo Pessoal

O vereador Luis Costa (PR), de Primavera do Leste, mostrou, recentemente, que a população local precisa ficar atenta e duvidosa quanto aos seus serviços prestados, tanto como vereador quanto como jornalista, profissão que tornou-se conhecido na cidade. Isso porque o parlamentar, que sonha ser candidato a prefeito da cidade no ano que vem, preparou uma denúncia de superfaturamento contra a atual administração do Executivo Municipal, mas apurou os fatos em algum grupo de Whats App e acabou sendo protagonista de uma gafe daquelas que se existisse uma tecla “backspace”para cada ser humano acionar e refazer uma vergonha da vida ele certamente usaria sua cota neste caso.

Luis surgiu com um vídeo indicando que a gestão havia autorizado o gasto de manutenção no valor de R$ 6.985,00 para o reparo de uma centrífuga existente na Lavanderia Municipal e que atende a demanda da Unidade de Pronto Atendimento em Saúde – UPA e outras relacionadas a saúde. O vereador, porém, surgiu com a informação assombrosa de que a mesma centrífuga custaria por volta de R$ 1.800,00, já com o frete, segundo faz questão de ressaltar na sua superprodução, com direito a trilha sonora e tudo mais que tiver direito. Ou seja, de acordo com sua indicação, o montante que foi gasto em valor confirmado pela própria gestão para o conserto daria para comprar três centrífugas novas, segundo os apontamentos de Luis.

A tentativa de posar de defensor do dinheiro do povo, no entanto, acabou demonstrando uma vocação tremenda do vereador para herói trapalhão e no melhor estilo “chapolin colorado” a bomba que tentou emplacar, na verdade, passou longe de ser um traque. Isso porque, a centrifuga de R$ 1800,00 que o vereador se referiu é usada em análise clínica, muito comum em laboratórios para separação de amostras. Já a centrífuga industrial hospitalar, com especificação de 20 quilos e que existe na Lavanderia de Primavera, custa entre R$25 a R$ 30 mil. A manutenção realizada em 2018, que se refere o vereador, foi necessária devido a um acúmulo de problemas causados justamente pela falta de serviços preventivos técnicos em seus componentes durante os 15 anos de seu funcionamento, o que acabou comprometendo seu tempo de uso, segundo a secretária de saúde do Município, Laura Kelly Barros, que ainda acrescentou que foram feitos três orçamentos com empresas aptas ao serviço e a que apresentou o menor valor para o reparo foi a vencedora.

A verdade é que, em tempos de redes sociais, a superficialidade está reinando. Desde políticos, jornalistas e tantos outros que lidam com a informação de maneira direta em seu ofício, o ato de não procurar entender direito sobre o que vai falar, ou pior, o que vai denunciar está se tornando um mal endêmico. Para o vereador, que tanto se irritou com as críticas vazias do deputado estadual, Ulysses Moraes (DC), sobre seu trabalho e gastos no legislativo municipal, deveria ter evitado fazer exatamente o mesmo em sua atuação parlamentar…

Veja abaixo a “denúncia” e a verdade:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here