Home Editorias Geral Será a identidade da marca o passo que falta para o sucesso...

Será a identidade da marca o passo que falta para o sucesso do e-commerce?


| Fonte: Agência de Notícias de Jaraguá do Sul
Foto: Reprodução

A SEBRAE apresentou, sobre 2018, dados perturbadores e que podem minar a motivação de muitos empreendedores digitais. Ainda assim, apesar de o elevado índice de falha de empresas (cerca de 60% de falência no primeiro ano de atividade), existem formas de trabalho que melhoram significativamente a probabilidade de uma empresa digital ter sucesso.

Com o mercado do e-commerce cada vez mais saturado e lógicas de concorrência difíceis de bater, as questões relacionadas com a identidade da marca podem fazer a diferença entre o êxito e o insucesso.

Assim, torna-se muito importante perceber de que forma pode ser edificada uma identidade mais sólida para as marcas e conhecer, até, alguns dos casos internacionais de sucesso, que vieram a gerar resultados positivos para a marca.

Neste artigo, iremos focar um dos mais importantes traços da identidade de uma marca: o slogan. Tentaremos perceber como se constrói um slogan bem sucedido e as formas como este pode impactar no êxito empresarial.

O slogan e a sua importância na construção da identidade da marca

Existem vários aspetos importantes no momento de construir uma marca de sucesso. Perante o desolador cenário apresentado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), onde 80% das empresas online fecha portas antes dos 18 meses de atividade, saber quais os principais aspetos a ter em atenção no momento de construir uma marca torna-se fundamental.

Entre os principais aspetos da construção da identidade de uma marca encontra-se o nome, o logótipo e o slogan.

Estes aspetos são cruciais para garantir que, por entre o largo universo de empresas online que nasce todos os dias, uma nova marca se torna capaz de competir com as demais, destacando-se delas e atraindo para si a atenção dos clientes.

Tratando-se de um aspeto basilar na construção da identidade de uma marca, o slogan deve responder a algumas caraterísticas, que farão com que a empresa se destaque. Para tal, o slogan deverá ser apelativo, curto, fácil de apreender, fácil de decorar, incisivo, marcante e conciso.

Ao mesmo tempo, deve demonstrar a qualidade dos serviços ou produtos e demonstrar os princípios, objetivos e careterísticas da marca em questão.

Embora muitas empresas, compreendendo a importância desta construção da identidade, prefiram deixar o slogan e a sua formulação nas mãos de criativos do e-marketing e do design digital, isto não será possível para todas as novas empresas, que trabalham, com frequência, com verbas reduzidas.

Ainda assim, felizmente, hoje já é possível usar geradores de slogan para criar uma boa frase para a empresa, tornando-se, desta forma, possível criar um slogan funcional por baixos orçamentos ou mesmo de forma totalmente gratuita.

De facto, conseguir uma identidade sólida para a marca poderá não constituir uma tarefa árdua. Bastará, para muitas marcas online, uma aposta mais assertiva e uma maior procura pelos melhores aliados nesta tarefa.

O caso português da TMN (atual Altice)

Voamos até Portugal para conhecer um exemplo de destaque no que diz respeito ao slogan. A marca de que falamos é a atual Altice mas, em 2005,o seu nome era ainda TMN. Por este ano, a empresa decidiu alterar alguns dos aspetos da identidade da marca, incluindo a imagem, o logótipo e o slogan que era, até então “mais perto do que é importante”.

Evidentemente tentando manter um dos princípios basilares da marca: a confiança, a TMN apostaria, em 2005 no slogan “Até já”. Este slogan merece destaque por cumprir, de forma destacável, várias das caraterísticas que todos os slogans deveriam ter. Este é um slogan curto, sintético, repleto de significados, que remete para a proximidade da marca face ao cliente e para a sua disponibilidade e que ressalta que todos os canais de comunicação entre o cliente e a loja estão abertos.

Além disso, trata-se de um slogan cativante, fácil de memorizar e que se tornaria, até, comum entre as conversas diárias de amigos, em tom de brincadeira.

Se pensarmos sobre a reestruturação da marca, teremos de admitir que dizer “até já” não difere muito de dizer “mais perto do que é importante”. Ambos os slogans remetem para a proximidade com o cliente. Ainda assim, o slogan mais recente – numa verdadeira adaptação a um mundo que já indicava estar a tornar-se mais digital e globalizado – faz isto de uma forma mais informal e com uma maior descontração, que cativou a comunidade portuguesa com facilidade.

Embora este exemplo nasça no marketing português, o seu sucesso efetivo é visível com a marca a atingir, pela mesma altura da reestruturação da identidade, 6 milhões de clientes num universo de 10 milhões de habitantes portugueses, tornando-se claramente a líder de mercado.

Os princípios utilizados por esta marca – que viria a chamar-se Meo e, mais recentemente, Altice – podem servir de exemplo a muitas empresas brasileiras no momento da criação do seu slogan.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here